8 de ago de 2015

Dilemas


Certo que talvez ela não tenha entendido porquê não me fiz visível depois de revelar-lhe secretamente que a admirava.
No fundo, já sabia eu que não poderia mais uma vez levar adiante uma nova tentativa e uma nova frustração.
Ando cansado de tentar me enganar com aquela história de que é possível encontrar alguém que se enquadre na minha realidade, nas minhas migalhas de tempo, de presença, de energia e até de grana.
Assim sendo, depois de desabafar meus sentimentos, de fazê-la perceber que eu a notara, me recolhi.
Ela quis saber quem eu era, como eu era...
Pus tudo isso na balança e vi que não ia ser possível.
E ainda: deixar de continuar admirando-a sem o constrangimento dela saber que sou eu o dono dos sentimentos? Melhor não.
É verdade. Um dia, escrevi-lhe um bilhete e coloquei-o em sua bolsa.
Foi como jogar um peso pro outro lado do muro, visto que tamanha emoção não deve ser carregada só.
Era fardo demais aquela agonia de não poder dizer que arrisquei.
O fiz.
E ficou por isso mesmo.
Hoje a vi novamente.
Tenho sempre a visto.
Dia desses, sentou-se do meu lado. Noutro, atrás de mim. Hoje, quase à minha frente.
Linda como sempre.
Os cabelos que chegam presos, são logo soltos, cobrem-lhe os ombros, adornam-lhe as formas.
Ela tem uma gargalhada bem evidente -que eu acho muito gostosa.
Mas é melhor assim.
Não tem sido.
Mas um dia me acostumo com ela nessa vitrine que a coloquei.
A não ser que ela faça alguma coisa pra me fazer resgatá-la de lá...

19 de abr de 2015

Aragem


Jamais seja o semeador proposital da ilusão de alguém se não for sinceramente sua intenção torná-la realidade sem maiores enganos, se seu interesse não for o de (infantilmente e tão) somente encantar o outro.
Resumindo: não revolva o coração de outro se não lhe for pra cultivar o amor.

17 de abr de 2015

Elas existem

As leis da vida.
Ainda que sem a comprovação da ciência, sem o aval das religiões, ou mesmo independente da crença do homem: existem.
E aquele que conseguir inteirar-se delas o quanto antes, o mais que puder, sem precisar de maiores afirmações exteriores, com a própria observância, com a fé racional, viverá cedo, a tão esperada tranquilidade que só a compreensão pode oferecer.
...
É uma paz muito grande perceber que é possível ainda viver no presente, em tranquilidade, em meio à espera da colheita atribulada do futuro, pelo plantio mal feito no passado.


5 de fev de 2015

Importâncias

Performances, firulas, peripécias, estripulias...
Não se preocupe com nada disso!
É tudo bobagem que o mundo tenta impor como padrão a quem não sabe o que quer, ou não sabe ser.
Não sinta vergonha de não ser da sua natureza "não ser natural", inventar um personagem...
Sabendo que esses comportamentos podem ser apenas enfeites, frutos da interpretação, não me impressionam mais que o visual.
Vale mais o coração, a emoção.
Deixa isso lá pra frente, depois da magia do descobrimento, pra quando tudo for confirmação, e aí, mais um momento de diversão.
Pra tudo tem o seu tempo, e comigo não é diferente.
O que me importa de verdade, é muito mais que isso...
O meu prazer maior é enxergar em toda você a alegria de estar junto de mim e se dividir comigo.
Você, do seu jeitinho, é o que mais gosto, o que mais pode me satisfazer os sentidos todos.
Tudo o que dizem ser importante por aí, pra mim é apenas o resto do resto.

Bom dia

Por tantas vezes, olho pra ela passando do outro lado da rua e, sem saber muito o porquê, leio no seu jeito a necessidade de um carinho.
Na pretensão da minha idiotice, chego a crer na possibilidade de ser eu aquele quem lhe proporcionaria o momento.
Dar-lhe o colo que imagino precisar, a atenção que tanto busca...
Ainda sonho com o dia em que terei intimidade pra lhe desejar o melhor bom dia de todos os tempos, todos os dias, o primeiro, bem cedinho, assim que acordar, nem que seja por mensagem.
O bom dia de verdade, que independe dos desafios do dia, do tempo chuvoso, do ônibus cheio, do trabalho cansativo, das situações desagradáveis...
Aquele que tornará seu dia mais leve, que lhe tará energia inspiradora, que te protegerá dos aborrecimentos e te manterá afastada do desespero.
Ainda assim, será inferior ao bom dia que recebo dela quando simplesmente a vejo em um lugar qualquer, calada e sem noção do meu olhar.