2 de jan de 2011

No fim, O fiador de sempre


A paz, o apoio, a segurança, a alegria, o equilíbrio, a esperança...
Que Deus te devolva tudo o que te tirei um dia.
Tudo, tudo...
Se eu mesmo tivesse nova oportunidade, assim o faria, com juros devidos e sobras merecidas... Não me seria nem um pouco caro.
Aí sim, teria de volta tudo o que perdi desde então...
A paz, o apoio, a segurança, a alegria, o equilíbrio, a esperança...
.................................
O mal nem sempre atinge aquele a quem é dirigido. Mas sem qualquer sombra de dúvida, já está instalado em quem o proferiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário