19 de set de 2010

Refletindo um momento ruim


Quando a gente se encontra num dado momento, em que mesmo tendo consciência de pouco -ou nada- sermos. De termos já errado tanto... e ainda assim, o orgulho nos toma o ego e nos dá a sensação de podermos julgar os outros, de criticar dura e cegamente alguém...
É bom ouvir essa música de Djavan, cujo nome tem o exato sentido do veneno, chamado 'Vaidade':

"Vem, pois já nasce o dia...
Esqueçamos tudo de ontem...
O que eu não faria para apagar o que eu disse de nós dois?
O indivíduo exaltado, fala pelos cotovelos!
Acaba se descontrolando e desse jeito é impossível não ferir...
Eu, que sempre vi você sorrindo nos meu braços...
Não a me iluminar os lados mais esquivos dos meus traços...
Feriu-me de vaidadem cada verdade dura!
Você disse o que era pra dizer e eu falei só loucuras...
Por favor, volta aí que eu vou fazer de tudo pra me redimir."

E depois de ouvir, lembrar de tudo o que já fizemos antes, de tudo o que já fizermos por perder... ainda falta muito a aprender: assumir mais uma vez estamos errados. Se não for em ação, que seja em conduta e palavra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário