9 de dez de 2011

Muita calma nessa hora...



Melhor parar ou vão perceber que estou realmente ficando louco.
(Coisa que sempre disfarcei com maestria.)
Melhor deixar a flor respirar...
Mesmo que isto signifique não sentir mais seu perfume.

Paciência é o remédio pra esse caso complexo...
E enquanto isso, é bom ouvir muito Chico Buarque... pra sossegar esse ímpeto assustador.

Você vai me seguir aonde quer que eu vá.
Você vai me servir, você vai se curvar.
Você vai resistir, mas vai se acostumar.
Você vai me agredir, você vai me adorar.
Você vai me sorrir, você vai se enfeitar.
E vem me seduzir,
Me possuir, me infernizar.
Você vai me trair, você vem me beijar.
Você vai me cegar e eu vou consentir.
Você vai conseguir enfim me apunhalar.
Você vai me velar, chorar, vai me cobrir,
e me ninar.

2 comentários:

  1. É sempre bom ouvir Chico Buarque, é gostoso demais, mais ja seu lado escritor não mim atrai, seu pai, Sergio Buarque, era um maravilhoso escritor, coisa que para mim o Chico não herdou.

    ResponderExcluir
  2. Concordo, Paulo.
    Gosto muito do Chico... mas como compositor.
    Abraço!

    ResponderExcluir