19 de ago de 2011

Um Super-Poder


Na verdade, não é bem um super-poder. Mas penso que possa ser uma capacidade sobre-humana de observação. É uma sensibilidade, e até talvez um dom.
Claro que há também um fator essencial para que isso ocorra... (Veremos mais ao fim!)
Misturando esse elemento vital com as experiências vividas -e cada vez mais precisas-, o fato se dá instantaneamente!
Então, entre outras coisas:
.Posso prever a direção do próximo passo alheio e de cada passo seguinte -mesmo que fuja!- se me atrair a iniciativa que fizerem ao caminhar.
.Conheço exatamente o que se esconde por trás de toda afirmação ou negativa que escapa de boca forasteira ou das suas letras, não importa se fale ou escreva mentiras bem forjadas.
.Descubro qualquer segredo através de um olhar mais aguçado meu, mesmo que os olhos que busco não me olhem ou não me vejam.
.Sei ler a alma estranha e suas intenções, se a tal alma em algum momento me importar a leitura.

Para que eu consiga ativar essa habilidade, é fundamental o meu profundo interesse.
Se ele -o profundo interesse- se der, atravesso corpos sem os tocar, torno-me íntimo de suas intenções sem que queiram ou permitam. Acredite, eu consigo.
Apesar de parecer fantasioso e improvável, é muito real. Só eu sei o quanto!
Contudo, causa espanto e até mesmo temor, já que cedo ou tarde, essa capacidade se revela.
Por isso, a você que se aproxima -e que me aguça alguma cobiça, peço desculpas antecipadamente: juro que não queria ser assim...

3 comentários:

  1. porra, sinceramente, vc é mesmo o todo-poderoso, hein?
    mas é como vc falou isso é uma questão de experiência vivida, de maturidade...
    espero que quando crescer eu possa ser ao menos, parecida com vc :)


    \tô aki retribuindo comentário, mto obrigada, pessoas como vc, são a essência para a existência do meu blog


    http://diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com/
    visita o meu blog? me dá esse prazer vai ;)

    ResponderExcluir