19 de abr de 2011

(Falta de) Vontade


Certo. Já chegou à conclusão de que seu coração não é fácil de ser trabalhado.
Pra aceitar a necessidade imprescindível de uma mudança, foi necessária toda uma série de fatores e fatos. Preciso foi conhecer para compreender, para arar o coração, e com este preparado, o grande trabalho da transformação deve começar. Trabalho intransferível e que não permite hipocrisia, corpo mole e superficialidade.
Então, se depois de tudo pronto para o início, por que não inicia o processo? Será que ainda não mudou de verdade?
Já aprendeu o caminho, já percebeu que longe dele os resultados são negativos, já entendeu que sua felicidade depende dessa mudança...
Por que ainda cisma em se permitir a passear rente ao que te dói? Por que da vacilação de ainda ponderar? Será que o mal ainda te compraz? Se não, certamente que o prazer do momento é ainda maior que a dor dos resultados, não? Atente que nem tudo o que te é 'bom' te faz bem, e que nem tudo o que está ao alcance das mãos é para que toque.
Acredite que não é mais necessário machucar-se para despertar dessa ilusão. Basta mudar. De verdade.
Sendo assim, superadas as dúvidas, angariados os conhecimentos necessários, assimilados os problemas a serem resolvidos -"Conhece-te a ti mesmo"... agora depende apenas da sua responsabilidade. Agora é questão de (falta de) vontade. Já que com vontade, tudo lhe é possível, tudo tem saída. Até mesmo o aparentemente impossível e sem saída.

Nenhum comentário:

Postar um comentário