10 de jan de 2012

Em boa hora

.
E você chegou com a força do destino.
A maturidade do momento certo.

O corpo definido pelo vento.
E a conversa da menina de sempre.

Sorrindo apenas do que deseja...
Sorrindo mais que antes.

Não importa o tempo.
A nossa idade é mero detalhe, mortal.

Ser o primeiro não mudaria nada.
Mas ser o atual faz toda diferença.

Só não me conte do teu passado...
Do que eu possa invejar de alguém ou lamentar não ter vivido.

De nada que me faça fraquejar,
Diante do amor que logo vamos tocar.

12 comentários:

  1. O que não nos faz uma boa fonte de inspiração heim, Cleber?
    Abração!

    ResponderExcluir
  2. Todas vezes que venho aqui, algo em meu coração é tocado, senti sinceridade de uma grande amor.
    Volto sempre.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Jhenyffer, e eu faço questão de que volte mesmo.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado pela presença e pela resenha, Marcelo.
    Espero sinceramente que volte sempre.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Poxa Flávio, que bom que parece que alguém chegou trazendo tanta inspiração pra você hehe'

    Espero que aproveite bastante e continue transmitindo a alegria que vier em seus textos!

    Com toda a certeza, o tempo é o que menos importa nessa história rs'

    Abraço o/

    ResponderExcluir
  6. Sempre muita honra você aqui, Thiagão!
    Abraço, meu camarada!

    ResponderExcluir
  7. Respostas
    1. Que é isso, Roberta... Nem bonito eu sou... Lindo então...
      Ah, é do texto que você está falando, né Sra.Suspeita?

      Excluir
  8. Obrigada pela visita no Toda Essência. :)
    Gostei daqui, voltarei sempre.

    ResponderExcluir