27 de dez de 2011

Pelo menos... mude seus lamentos!


Todo dia, sem cessar, a mesma coisa, as mesmas reclamações... Todo dia.
Os mesmos lamentos de sempre só denunciam que sua inércia e sua incapacidade de mudar as coisas são absolutamente opcionais.
Salvo se precisarmos do lamentar constante para esmolar mixarias de atenção...
Se é só assim que você se sente atendido e envolvido, passe a considerar a possibilidade de que não comoves mais ninguém de forma espontânea.
Então, ou você muda de conduta pra evitar se lamentar inutilmente -a máscara já caiu- ou... muda de lamento para um novo acomodar.
Porque uma hora, não duvide: todo mundo vai cansar de você.

8 comentários:

  1. - as pessoas mudam quando realmente querem mudar, eu, você e todos os outros, é uma questão de QUERER!

    ResponderExcluir
  2. Pois é, Cleber.
    Mas se não quiser mudar, que mude pelo menos as reclamações. Pra não correr o risco de se tornar chato.
    Meu irmão me disse isso dia desses: que nem sempre quem reclama de uma situação, está querendo sair dela, procurando alguma solução.
    E eu preciso aprender a ficar calando diante dessa possibilidade, que também é um direito de quem assim escolhe viver.
    Se eu sou assim, por que os outros não podem ser?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. isso serviu para mim vivo fazendo isso me lamentando e tomando atitudes precipitadas que não levam a nada gostei do teu blog
    abraços
    José

    ResponderExcluir
  4. Pois é, cara... eu também sou assim.
    Decidi botar no "papel" pra ver se tomo vergonha na cara e mudo um pouco as coisas, de um jeito ou de outro.
    Prazer, José! Obrigado pela presença e por dividir o pensamento.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Olha só, me identifiquei. Sou uma reclamona de montão, ás vezes por querer atenção, outras por não saber por onde começar a mudar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Rhanna, dia desses, ouvi algo mais ou menos assim: "Quem consegue reclamar, ainda não chegou no limite do sofrimento pois, quando chegar, vai cerrar os dentes e procurar a solução"...
    Acredito que o lance é focar na solução e não no problema, ou a gente vai continuar apenas... reclamando.
    Beijo e obrigado pela doce presença!

    ResponderExcluir
  7. Pois é, nos comentários ficou claro como as pessoas se identificaram com a ideia Flávio rs'

    E eu sou apenas mais uma delas. É aí que percebo novamente o poder da reflexão... Lendo o seu texto, isso veio com mais clareza a minha mente e passei aqui alguns minutos pensando o quanto seria bem mais útil erradicar algumas reclamações e partir em busca das soluções. Pode parecer pouco, mas um simples momento de raciocínio como este pode levar a grandes mudanças numa vida qualquer. Continue botando ''no papel'' essas ideias e pode ajudar muitas pessoas, mesmo que seja de forma indireta rs'

    Parabéns pelo texto amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiago, você vê o quanto somos todos parecidos? Na verdade, só o endereço mesmo é que muda.
      Algumas ideias são diagnósticos genéricos e certeiros pras massas. No dia em que a gente deixar de focar na reclamação -pelos problemas- pra se concentrar nas soluções dos mesmos, a coisa vai melhorar muito, meu amigo.
      Um grande abraço!

      Excluir