28 de jan de 2011

Passou...


Andei bem louco...
Acreditando que apenas porquê você existia,
Feliz e satisfeito, daqui eu estaria.

Mas a loucura é assim mesmo...
Num momento, o amor é prisão de verdade.
Noutro, a solidão revela-se ilusória liberdade.

Mas ainda consegui pensar como são...
Percebia que existia um vão nos meus braços.
Entendi que tanto quanto amar, o amor é também ser amado
Se só de um lado se dá, cedo ou tarde estará acabado.
E que há um vácuo em meus lábios:
Sinal da falta que faz você ao meu lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário